História das Escritas

hebrew-scroll-with-modern-bible.tiff

Você me buscará e me encontrará quando me buscar de todo o coração.

Jeremias 29:13

 

Nesta secção:

"Podemos confiar na Bíblia? (Desmascarando a série dos 7 mitos que negam a verdade bíblica)" 15:38

Todas essas informações estão disponíveis na ponta de seus dedos, e existem em grande quantidade. Como recomendo a todos os pesquisadores da verdade, escolha um tópico no qual você esteja particularmente interessado e se aprofunde nesse tópico, em vez de apenas arranhar a superfície de muitos tópicos e nunca realmente se convencer de nada. Superar as expectativas. Quando você se sentir empiricamente convencido de suas descobertas, poderá passar para outro tópico.

 

A Bíblia é um livro incrível e impossível de falsificar, mas você tem que ver por si mesmo o porquê disso. Todos já ouviram algo sobre a Bíblia e, por causa disso, muitos a julgam, embora nunca a tenham lido. É improvável que eles discutam com você sobre o significado de algum romance que nunca leram, mas como sabem que este livro significa responder a um poder superior, eles estarão muito mais dispostos a discutir sobre este.

 

Se alguém realmente ler a Bíblia e chegar à fé de que é a palavra de Deus, então o significado do que você lê pode mudar quem você é, mas sua memória dessas palavras irá desaparecer. O significado e o efeito que tem sobre você permanecerão muito mais tempo do que o próprio versículo, até que você seja puxado por distrações e tempo inevitáveis. Por isso, é igualmente importante permanecer na Palavra de Deus com frequência, para que a sua obediência esteja sempre acompanhada de um desejo verdadeiro, isto se deve à fé e aos novos conhecimentos de um estudo frequente. Mas, primeiro, para ter fé nas palavras de qualquer livro e receber suas mensagens com o coração e a mente abertos, é uma boa ideia determinar sua credibilidade descobrindo quem o escreveu e de onde veio. É por isso que devemos estudar a palavra em 2 Timóteo 2:15 KJV.

 

"Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.

"Procura apresentar-te a Deus aprovado, obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade."

Antes de nos aprofundarmos nas perguntas sobre quando e onde da Bíblia, eu queria começar com 2 das coisas mais incríveis que descobri que provam, sem qualquer dúvida, que a Bíblia é de fato a palavra de Deus.

 

Algumas coisas podem ser falsificadas ou copiadas, outras são absolutamente impossíveis de realizar, a menos que você seja o criador de todas as coisas e opere fora do tempo. Esses dois exemplos a seguir simplesmente não podem ser desmascarados e irão absolutamente explodir sua mente. O primeiro foi feito ao longo de muitas gerações com nomes da linhagem de Adão a Noé e até Jesus. Se você sabe como funciona o idioma hebraico, sabe que os significados não podem ser alterados, pois o nome é visualmente descritivo no tipo de fonte, bem como diretamente relacionado às palavras com significado. Os nomes desta linhagem ao longo de centenas e centenas de anos têm uma mensagem profética que é simplesmente incrível e imperdível.

 

Este é um link do trabalho detalhado e ótimo site do criador deste vídeo.

http://1260d.com/bible-names-code-adam-jesus/

Ivan Panin's matemática
panin.jpg

"Nomeia o código da Bíblia: Adão para Jesus" 4:01

Este segundo exemplo é ainda mais impossível de explicar sem Deus, e também acontece da genealogia de Jesus. É incrível que os lugares onde eles foram encontrados venham de genealogias da humanidade e não apenas de uma história. Considere como isso é incrível.

Imigrante russo e graduado de Harvard Dr. Ivan Panin "coisa" era matemática. Ele tem uma história muito interessante que você pode pesquisar na wikipedia. Ele passou a vida estudando matemática e foi um crítico literário. Seus interesses supostamente começaram quando ele percebeu o significado peculiar de João 1: 1. Se ele estivesse lendo a "Tradução das Escrituras do Novo Mundo das Testemunhas de Jeová" (que foi iniciada naquela época), isso teria sido completamente perdido, e essa descoberta surpreendente não teria sido encontrada por ele.

Depois de perceber as implicações desse versículo, ele pensou que se a Bíblia fosse realmente inspirada por Deus, então ela teria a "impressão digital" matemática dos grandes projetistas, como todo design inteligente tem. Ele encontrou muito mais do que esperava. Quanto a mim, esta é uma das evidências mais convincentes de que a Bíblia foi realmente inspirada por Deus. Estou muito grato por isso, eu nunca teria procurado um código matemático, mas a matemática é um representante imparcial muito factual de padrões inegáveis. Quando isso é combinado com a probabilidade acidental, é um fator importante que requer nossa atenção e consideração.

"A Genealogia de Mateus 1: 1-17

Chuck Missler no Dr. Ivan Panin " 11:35

     Se você for uma pessoa como eu, precisará ver a matemática por conta própria sobre tudo isso. Os próximos links são, primeiro, uma lista de verificação das regras de sete que segue. Se você quiser fazer as contas sozinho, os outros links são dois sites onde a matemática é explicada e mostrada com o grego original, que também pode ser facilmente encontrado em outro lugar para verificá-la.  

A lista de verificação de padrões matemáticos bíblicos encontrados neste link.

https://www.moh.org/files/290570/amathematicalchallenge.pdf

Um site onde a matemática é mostrada;

http://www.bereanpublishers.com/overlike-mathematical-evidence-of-the-divine-inspiration-of-the-scriptures/

     A Bíblia foi escrita por cerca de 40 escritores ao longo de cerca de 2000 anos ou mais, em 3 continentes diferentes. A Bíblia cobre uma história complicada de muitas civilizações, ao longo de grandes períodos de tempo, e ainda assim tem uma mensagem unificada: Deus está redimindo amorosamente todos os que crêem naquele que veio em seu nome, não para destruir a Lei ou os Profetas, mas para cumpri-los.

 

     Estes gráficos a seguir explicam quem escreveu o quê, quando foi escrito. Lendo cada livro apresentado, você descobrirá que eles foram marcados com o tempo de várias maneiras. Isso geralmente é feito referindo-se à cidade em que estava e quem estava no poder na época. Eles também costumam dar linhagem familiar, o que também ajuda a rastrear o momento dos eventos que ocorreram. Todas essas coisas combinadas ajudam os arqueólogos a saber onde cavar, enquanto procuram por restos mortais  das histórias, esperando datar o local com moedas encontradas, ou desenhos conhecidos de artefatos de períodos de tempo, ou reinos.

messianic text.bmp

Fonte: Apologética Cristã e Ministério de Pesquisa / Aplicação da Bíblia da Vida

https://carm.org

Tecnicamente, o próximo gráfico deve dizer 70 livros da Bíblia devido ao fato de que Salmos é na verdade 5 livros no total.

Este  faz muito mais sentido e indica que está completo, quando você conhece o estilo das "sete" coisas de Deus. 

Portu bible chart bmp.bmp
thebiblegodhasspoken good tiff.tiff

Tempo e autores dos escritos

 
Portu Plan of salvation bmp.bmp

This chart was made by Jack Langford. A list of verses regarding this have also been compiled by him to show how this applied during each dispensation. This link will take you to them.

A exatidão da linha do tempo bíblica

O gráfico a seguir é uma linha do tempo feita para incluir como Deus tratou a humanidade, começando com Adão e sua família, então a Abraão, passando pela história de templos, Juízes e Profetas de Israel. Depois disso, inclui a calmaria conhecida como as sessenta e nove semanas de Daniel, do capítulo nove, "Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua cidade santa, para acabar com a transgressão, pôr fim aos pecados e fazer reconciliação para a iniqüidade, e para trazer a justiça eterna, e para selar a visão e profecia, e para ungir o Santo dos Santos. "

 

Depois de terminadas as sessenta e nove semanas, é quando O Messias é "cortado", e seu espírito santo é dado a nós no Pentecostes, cumprindo a última festa, das quatro festas da primavera, deixando apenas as três festas de outono restantes para ser cumprido, que começa com a Festa das Trombetas. A linha do tempo continua com a duração da punição de Israel listada em Ezequiel quatro, por suas iniqüidades, e multiplicada por um fator de sete de Levítico 26, conforme mostrado na seção de Profecia. Esta data coincide com o ano de 1948, que é quando Israel recuperou seu status de estado. Sabemos por Mateus vinte e quatro que a geração que vê isso acontecer será a última, incluindo todos os eventos da última semana dos anos.

 

Cada um desses eventos foi profetizado para acontecer com detalhes notáveis ​​e intervalos de tempo exatos. Essas são apenas uma pequena parte das várias profecias dadas a nós por Deus antes de acontecerem. Ele nos disse essas coisas, para que, quando acontecessem, pudéssemos acreditar. Podemos olhar para trás nesta linha do tempo e ver que ao longo do tempo, a Bíblia tem sido correta e precisa, porque podemos verificar que essas coisas foram realmente escritas muito antes de acontecerem. Profecias como a libertação dos judeus do cativeiro e a reconstrução do templo muito antes de sua destruição. (Veja a seção de profecia)

 

Foi-nos dito pelo próprio Jesus que a geração que vir Israel estender seus ramos será a última. Podemos não saber se uma geração tem de setenta a oitenta anos ou se é de cem anos. Porém, quando consideramos que Deus diz, quando as coisas de Mateus vinte e quatro e Lucas vinte e um começarem a acontecer, olhe para cima, pois sua redenção se aproxima. Depois, há também o grande sinal do Apocalipse doze que ocorreu em setembro de 2017 (ano hebraico 5777) nos dias exatos da próxima festa da fila, a Festa das Trombetas. Talvez devêssemos prestar atenção? Então, um ano depois, no aniversário de setenta anos de Israel, Jerusalém era habitada em seu próprio lugar e reconhecida como a capital pelos Estados Unidos e vários outros países. Há mais detalhes sobre todos esses assuntos na seção de profecias. Por enquanto, pondere esta linha do tempo e perceba que a maioria dos eventos nesta linha do tempo foi dito para acontecer antes deles acontecer, e com extrema precisão. A Bíblia é algo sobrenaturalmente influenciado e mais especial do que qualquer outro livro já escrito.

A Incrível linha do tempo da Bíblia

Esta é realmente a incrível linha do tempo da Bíblia. Estou surpreso com a quantidade de tempo e esforço necessários para fazer algo assim. As datas foram consideradas com extremo cuidado. Pessoalmente, sou muito grato a Deus por recursos como este. Indo e voltando entre a leitura da Bíblia, com um conceito visual de tempo, realmente ajuda você a se lembrar do Antigo Testamento.

 

Você pode comprá-los aqui no site deles.

https://amazingbibletimeline.com

Um aviso para quem adiciona ou remove

as palavras da Bíblia.

 

O apóstolo João escreveu o último livro da Bíblia por volta de 90 d.C. Existem palavras muito importantes a serem consideradas como um aviso para qualquer um que extraia ou acrescente algo às Escrituras daquele ponto em diante. Isso inclui todas as versões que mudaram o significado estabelecido de qualquer versículo da Bíblia. Quer sejam as testemunhas de Jeová, mórmons, católicos, muçulmanos ou qualquer outro grupo que apareceu e alterou qualquer um dos textos no ano 90 d.C. Não haverá alterações e isso ficou muito claro. Se você segue a Cristo, você é cristão e não remove sua divindade, Seu propósito ou Seu lugar como Filho de Deus. A única pessoa para quem você ora, e o único caminho para a salvação pela fé somente nele, não é pelas obras. É um presente que não pode ser conquistado. Se você não concorda com isso, então você está seguindo outra pessoa.

 

REVELAÇÃO

Vinte e dois: dezoito - vinte e um

 

Pois eu testifico a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro: Se alguém acrescentar alguma coisa a estas coisas, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro; e se alguém tirar as palavras do livro desta profecia, Deus tirará sua parte do Livro da Vida, da cidade santa e das coisas que estão escritas neste livro.

 

Eu estou indo rapidamente

 

Aquele que dá testemunho dessas coisas diz: “Certamente venho sem demora”.

Amém. Mesmo assim, venha, Senhor Jesus!

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vocês. Amém.

 

 
 

De onde veio a Bíblia?

Bíblia etíope (por que tão diferente?) 15:17

Essa é geralmente a primeira pergunta que a maioria das pessoas tem, depois vem todo o resto, como "Quem decidiu que esses livros foram incluídos? Como saberíamos se foi Deus quem o inspirou ou se foi apenas ideia do homem? Por que não foi "Este livro" ou "Aquele livro" incluído? Algum livro foi retirado?

 

Essas são as perguntas mais comuns feitas antes de lê-lo, e sim, ler e estudar certamente responderia a muitas delas, mas essas são as perguntas difíceis que são feitas com frequência e não exatamente respondidas rapidamente. Felizmente, vivemos em uma época em que temos acesso a muitas pesquisas incríveis e estudos muito abrangentes, bem como algumas evidências literárias incríveis ao longo do caminho. Mesmo assim, a maior questão que surge ao estudar esses escritos postos no papel pelas mãos dos homens é: "Como sabemos que Deus teve algo a ver com isso?" Se Deus criou todas as coisas, incluindo todo o universo, a física e o próprio tempo, então ele deveria ser capaz de saber o futuro, uma vez que está fora da física e do tempo. É por isso que a Bíblia está cheia de profecias 100% precisas, como pode ser visto na seção de profecias. Quanto a esta seção, nos concentraremos principalmente nos próprios escritos.

 

 

O Cânon Bíblico

 

Por mais divertido que pareça brincar, não é a mãe de todos os cânones. É derivado da palavra grega Kanon, que significa essencialmente "Medição". Um livro canônico é aquele que segue o padrão das Sagradas Escrituras. Desse modo, o Cânon das Escrituras se refere aos livros que são considerados a Palavra de Deus autorizada.

 

Quais são os critérios para "Canon" e quem decidiu isso?

Nunca houve um cenário de 10 mandamentos onde Deus esculpiu toda a Bíblia em uma montanha e a entregou ao homem. 6 regras desenvolvidas ao longo do tempo por aqueles designados e liderados por Deus para estabelecer a Bíblia completa. Isso por si só é uma pílula difícil de engolir. No entanto, a Bíblia não foi escrita apenas um dia. É uma série de livros escritos por aqueles que estavam lá, sobre o desenrolar da história e da história dos judeus de Adão a Jesus e continuados por Paulo. Além disso, se você der uma olhada a seguir nas regras seguidas para a coleção de livros que compõem a Bíblia, verá que são definitivamente muito boas e regras impossíveis de obedecer a menos que sejam verdadeiras.

 

 

As Regras Canônicas

 

  1. Escrito por um profeta ou apóstolo reconhecido.

  2. Escrito por aqueles associados a um profeta ou apóstolo reconhecido.

  3. Veracidade da escrita.

  4. Fidelidade aos escritos canônicos previamente aceitos (Antigo Testamento).

  5. Confirmado por Cristo, profeta ou apóstolo.

  6. História do Uso e Reconhecimento da Igreja.

 

Para obter uma explicação detalhada de cada regra, visite este link:

https://www.biblicaltraining.org/blog/curious-christian/7-10-2012/what-criteria-were-used-determine-canon-scripture

 

 

Quem decidiu quais livros compunham o Antigo Testamento?

 

Para aprender a história por trás disso, visite o link abaixo e leia o artigo incrível reunido

isso explica como tudo se desenrolou ao longo do tempo.

https://www.biblica.com/bible/bible-faqs/how-were-the-books-of-the-bible-chosen/

 

Os Antigos Pais da Igreja

Escrito na Bíblia temos toda a história de Israel, temos as profecias que dizem como identificar o Messias. Sabemos, de acordo com as escrituras, que ele será morto, de que maneira, quando isso acontecer, a linhagem de onde ele virá, etc. Mas ... Então o quê? O que aconteceu depois do ministério de Cristo ou depois do ministério de Paulo?

 

Em primeiro lugar, eu estaria prestando um péssimo serviço se não apresentasse o Sr. Ken Johnson. Existem várias fontes ao longo do tempo sobre esses assuntos, mas o Sr. Johnson é um homem que disponibilizou vários livros ao público nos tempos modernos. Livros como O Antigo Livro de Enoque, Jubileus, Jasher, Os Pergaminhos do Mar Morto, e a lista continua. Se já houve um homem que pode lhe dizer uma ou duas coisas sobre o que foi escrito, é ele.

 

Seus livros estão disponíveis na Audible, Kindle e também podem ser adquiridos na Amazon. Pessoalmente, estou muito grato por seus esforços por meio de Cristo, pelo que ele fez para tornar esses escritos tão disponíveis ao público. Se você está interessado em saber mais sobre a literatura em torno da Bíblia, não consigo pensar em um lugar melhor para começar, do que com o que o Sr. Ken Johnson, passou muito tempo pesquisando e disponibilizando para nós.

 

Canal do Youtube de Ken Johnson:

https://www.youtube.com/channel/UCNfF5IREQ_9hiRm47UX0E5g

 

Site de Ken Johnson:

http://biblefacts.org

 

Quem foram os Antigos Pais da Igreja 15:55

No vídeo, Ken descreve as maneiras básicas pelas quais os apóstolos de Cristo transferiram seus deveres para seus discípulos e igrejas. Depois de assistir ao vídeo apenas sobre o básico, é fácil ver o quão crucial foi esse momento. Quão terríveis eram as responsabilidades para essas pessoas de carregar a tocha do que Cristo realizou com sua vida, e ainda mais importante, o que ele conquistou com sua morte, quando ele usou sua vida como o sacrifício para acabar com todos os sacrifícios.

 

Abaixo está um gráfico desse processo a partir do vídeo e do livro de Ken intitulado The Ancient Church Fathers: What the Disciples of the Apostles ensinou. É apenas um pequeno gráfico, embora, como todos sabemos, muito possa acontecer em 2.000 anos. Então, o que todos os primeiros pais da igreja ensinaram originalmente? Se todos eles ensinaram a mesma coisa, por que existem tantas denominações diferentes? Provavelmente pela mesma razão, Cristo fez questão de incluir as palavras encontradas em Filipenses Dois:

" Portanto, se você tem algum encorajamento em Cristo, se houver conforto do Seu amor, se houver comunhão com o Espírito, se houver afeição e compaixão, torne minha alegria completa por ter a mesma opinião, ter o mesmo amor, ser unido em espírito e propósito. Não faça nada por ambição egoísta ou orgulho vazio, mas com humildade considere os outros mais importantes do que você mesmo. Cada um de vocês deve cuidar não apenas de seus próprios interesses, mas também dos interesses dos outros. "

 

Há uma igreja em particular, que certamente não fez isso. Em vez disso, eles roubaram, assassinaram, estupraram, torturaram e continuam a distorcer o que a Bíblia realmente diz, até hoje. Todos "em nome de Deus", como dizem, ou mesmo quando afirmam estar no lugar do próprio Jesus. Há muito mais sobre esse grupo, encontrado na seção Mal no poder.

Early Church Fathers

As Línguas Originais

(Derivado em parte do conjunto da Bíblia Thomas Nelson KJV 400th Anniversary)

A Bíblia foi escrita por mais de 40 pessoas de todas as esferas da vida durante um período de vários séculos nas línguas hebraico e aramaico (Antigo Testamento, 39 livros) e grego (Novo Testamento, 27 livros). Com a mudança de nações e culturas ao longo dos séculos, esses escritos originais foram traduzidos para muitos idiomas para tornar a Bíblia disponível em diferentes lugares do mundo. Assim como Deus inspirou pessoas e profetas a escreverem sua Palavra, ele também preservou a Bíblia ao usar seu povo para preservá-la através das gerações.

Hebraico

A Bíblia Hebraica chegou até nós por meio do cuidado escrupuloso de antigos escribas que copiaram o texto original em gerações sucessivas. Por volta do século VI DC, os escribas foram sucedidos por um grupo conhecido como Massoretes, que continuou a preservar as Sagradas Escrituras por mais quinhentos anos em uma forma padronizada conhecida como Texto Massorético. Babilônia, Palestina e Tiberíades foram os principais centros da atividade massorética; mas no décimo século DC os massoretas de Tiberíades, liderados pela família de ben Asher, ganharam a ascensão. Por meio das edições subsequentes, o texto de ben Asher se tornou, no século XII, a única forma reconhecida das Escrituras Hebraicas.

Daniel Bomberg imprimiu a primeira Bíblia Rabínica em 1516-1517; essa obra foi seguida em 1524-1525 pela segunda edição preparada por Jacob ben Chayyim e também publicada pela Bomberg. O texto de ben Chayyim foi adotado na maioria das Bíblias hebraicas subsequentes, incluindo aquelas usadas pelos tradutores da versão King James.

Grego

Bíblia Grega Completa Mais Antiga

http://www.codexsinaiticus.org/en/

 

A tradução mais antiga da Bíblia no mundo foi feita em Alexandria, Egito, onde o Velho Testamento foi traduzido do hebraico para o grego para o benefício dos judeus de língua grega daquela cidade. Uma comunidade judaica existia em Alexandria quase desde sua fundação por Alexandre o Grande em 331 aC Em duas ou três gerações, essa comunidade havia esquecido sua língua nativa palestina. Esses judeus perceberam que precisavam das Escrituras Hebraicas traduzidas na única língua que conheciam, o grego. A primeira seção da Bíblia Hebraica a ser traduzida para o grego foi o Pentateuco, ou os primeiros cinco livros do Antigo Testamento, em algum momento antes de 200 aC outras partes foram traduzidas durante o século seguinte.

Esta versão é comumente chamada de Septuaginta, de septuaginta, a palavra latina para 70 (LXX). Este nome foi escolhido por causa de uma tradição de que o Pentateuco foi traduzido por 70 anciãos de Israel que foram trazidos para Alexandria especialmente para esse propósito.

Apenas alguns fragmentos desta versão sobreviveram do período antes de Cristo. A maioria das cópias do Antigo Testamento grego pertence à era cristã e foi feita por cristãos. A Biblioteca da Universidade John Rylands em Manchester, Inglaterra, possui um fragmento do Deuteronômio em grego do século II aC Outro fragmento do mesmo livro em grego, datado aproximadamente da mesma época, existe no Cairo. Outros fragmentos da Septuaginta foram identificados entre os textos conhecidos como Manuscritos do Mar Morto, descobertos em 1947.

Quando o cristianismo penetrou no mundo dos judeus de língua grega, e depois dos gentios, a Septuaginta era a Bíblia usada para pregar o evangelho. A maioria das citações do Antigo Testamento no Novo Testamento são tiradas da Bíblia grega. A Septuaginta se tornou a "versão autorizada" das primeiras igrejas gentias. Até hoje é a versão oficial do Antigo Testamento usada na Igreja Ortodoxa Grega. Depois que os livros do Novo Testamento foram escritos e aceitos pela igreja primitiva, eles foram adicionados à Septuaginta para formar a versão grega completa da Bíblia.

A Septuaginta foi baseada em um texto hebraico muito mais antigo do que a maioria dos manuscritos hebraicos sobreviventes do Antigo Testamento. Ocasionalmente, este Antigo Testamento grego ajuda os estudiosos a reconstruir a redação de uma passagem onde ela poderia ter sido perdida ou copiada incorretamente pelos escribas à medida que o texto foi transmitido através dos séculos.

Targums Aramaicos

http://www.thetextofthegospels.com/2016/02/early-syriac-versions-of-gospels.html

 

 

A palavra targum significa "tradução". Após seu retorno do cativeiro na Babilônia de 500-450 aC, muitos judeus falavam aramaico, uma língua irmã, em vez do hebraico puro de seus ancestrais. Eles acharam difícil seguir a leitura das Escrituras Hebraicas durante a adoração. Assim, eles adotaram a prática de fornecer uma paráfrase oral em aramaico quando as Escrituras eram lidas em hebraico. A pessoa que forneceu esta paráfrase (o Turgeman) era um funcionário da sinagoga. Um dos primeiros exemplos de tal paráfrase ocorre em Neemias 8: 8. Por causa do trabalho de Esdras, o Pentateuco foi oficialmente reconhecido como a constituição do estado judeu durante os dias do Império Persa. Esta constituição foi lida publicamente para toda a comunidade após seu retorno a Jerusalém. Os leitores indicados, lêem distintamente (ou, com interpretação) do livro, na Lei de Deus; e eles deram o sentido e os ajudaram a entender a leitura. A frase "com interpretação" aparece como uma leitura marginal em várias versões modernas (por exemplo, a RSV), mas provavelmente indica exatamente o que aconteceu. O texto em hebraico foi lido, seguido por uma paráfrase oral em aramaico para que todos estivessem certos de Compreendo.

Essa prática continuou como padrão na sinagoga judaica por muito tempo. O targum, ou paráfrase do hebraico, não foi lido em um documento escrito, para que alguns membros da congregação não pensassem que a lei oficial estava sendo lida. Aparentemente, alguns líderes religiosos afirmavam que o targum não deveria ser escrito, mesmo para uso fora da sinagoga. Com o tempo, todas as objeções a um targum escrito desapareceram. Várias dessas paráfrases começaram a ser usadas. O reconhecimento oficial judaico foi dado a dois em particular - o Targum de Onkelos no Pentateuco, e o Targum de Jonathan nos Profetas. Algumas estavam longe de ser traduções palavra por palavra. Como paráfrases expandidas, eles incluíram interpretações e comentários sobre o texto bíblico. Alguns escritores do Novo Testamento indicam conhecimento da interpretação targumic em suas citações do Antigo Testamento. Por exemplo, “Minha é a vingança, eu retribuirei” (Rom. 12:19; Heb. 10:30) é uma citação de Deuteronômio 32:35; mas não está de acordo com o texto hebraico nem com o texto grego da Septuaginta. Esta frase particular vem do Targum. Novamente, as palavras de Efésios 4: 8, “Quando Ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro e deu presentes aos homens”, são tiradas do Salmo 68:18. Mas os textos hebraico e da Septuaginta falam de receber presentes. Apenas o Targum neste texto menciona a oferta de presentes.

Latina

http://www.historyofinformation.com/expanded.php?id=226

A necessidade de uma Bíblia em latim surgiu durante o segundo século DC, quando o latim começou a substituir o grego como a língua dominante do Império Romano. As primeiras seções do Antigo Testamento da Bíblia em latim foram consideradas não confiáveis, visto que eram na verdade a tradução de uma tradução. Eles eram baseados na Septuaginta, que, por sua vez, era uma tradução da Bíblia hebraica para o grego. Visto que o Novo Testamento foi escrito originalmente em grego, foi traduzido diretamente para a língua latina. Várias traduções concorrentes do Novo Testamento estavam em uso em todo o mundo de língua latina por volta de 250 DC.

A tarefa de produzir uma Bíblia latina padrão para substituir essas traduções concorrentes foi confiada por Damásio, bispo de Roma (366-384), a seu secretário, Jerônimo. Ele começou com uma revisão dos Evangelhos, seguida pelos Salmos. Depois de completar o Novo Testamento, Jerônimo dominou a língua hebraica a fim de traduzir o Antigo Testamento para o latim. Ele completou sua obra em 405 DC, que passou a ser conhecida como Vulgata Latina.

O melhor manuscrito sobrevivente da Vulgata Latina, o Codex Amiatinus, está agora na Biblioteca Laurentiana em 'Florença, Itália. Escrito em um mosteiro em Northumbria, Inglaterra, foi apresentado ao Papa Gregório II em 716.

A versão King James tendo sido feita a partir do melhor dos textos, levanta a questão: "O que eram aqueles textos e de onde eles vieram?" Mesmo depois disso, através de todas as idades, gerações e traduções, como sabemos que o texto não mudou?

O principal componente usado para comparação e interrogatório para a KJV é chamado de:

O Textus Receptus é o texto que foi usado por apenas cerca de 2.000 anos pelos cristãos. No entanto, este é também o texto que concorda com mais de 95% dos Manuscritos da Bíblia em grego koiné (comum). É conhecido por outros nomes, como Texto Tradicional, Texto Majoritário, Texto Bizantino ou Texto Sírio.

Em seu ensaio, "Texual Criticism", o Dr. Thomas Cassidy escreve: "O texto tradicional do Novo Testamento existe desde a época de Cristo até o presente. Ele teve muitos nomes diferentes ao longo dos anos, como Texto Bizantino , Texto Oriental, Texto Recebido, Textus Receptus, Texto Majoritário e outros. Embora nenhum manuscrito bíblico completo tenha sobrevivido que nos permitisse datar o texto tradicional para o primeiro século, há um forte testemunho da existência e uso de Texto tradicional da igreja primitiva em seus lecionários. "

Alguns fatos que mostram a posição histórica respeitada do Textus Receptus estão em ordem. Sua proeminência e respeito não começaram em 1611 com os tradutores da KJV. Eles simplesmente reconheceram (como outros antes deles), que o Textus Receptus era a palavra preservada de Deus na língua original do Novo Testamento.

Em outras palavras, isso veio da escritura mais inalterada de seu tempo. É como a versão King James de sua época. Existem outros códices encontrados e muitas outras línguas e versões foram feitas. Cada um deles com sua própria história de por que isso foi feito para o propósito de nações com várias línguas entendendo isso. No entanto, esta tradução particular para o inglês merece sua menção honrosa. Pela sua grande atenção ao detalhe, e garantia de utilização dos textos mais precisos e originais que se conhece, pelos intérpretes mais qualificados da sua época.

A Bíblia King James de 1611

0c422e5cf72d9e3fda172779d4564ecd.tiff

A razão pela qual você se deparou com "APENAS KJV!" tipo pessoal é por causa de versículos como Efésios 3: 9. Em primeiro lugar, qualquer pessoa que fala duas línguas sabe que às vezes as coisas não são traduzidas diretamente, na verdade, pode ser cômico como isso se traduz. No entanto, na NVI comumente usada, muitas coisas massivas foram mal mudadas, Efésios 3: 9 o Nome "Jesus Cristo" foi omitido. Na versão KJV e no idioma original, ele está lá, verifique você mesmo. Isso é tão ruim quanto o que Charles Taze Russel fez a João 1: 1. removendo a divindade de Jesus.

 

KJV Efésios 3: 9

E para fazer todos os homens verem qual é a comunhão do mistério,

que desde o princípio do mundo está escondido em Deus, que criou todas as coisas por Jesus Cristo:

NIV Efésios 3: 9

e para tornar claro a todos a administração deste mistério, que por muito tempo foi mantido escondido em Deus,

quem criou todas as coisas.

 

 

Considere este exemplo:

KJV Salmos 12: 6-7

As palavras do Senhor são puras palavras: prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes.

Tu os guardarás , ó Senhor, tu os guardarás desta geração para sempre.

NIV Salmos 12: 6-7

E as palavras do Senhor são perfeitas, como prata purificada em um cadinho, como ouro refinado sete vezes.

Você, Senhor, manterá os necessitados seguros e nos protegerá para sempre dos ímpios,

 

Isso é mais do que uma dificuldade com a tradução idiomática, é terrível que JESUS ​​esteja faltando, ou eles mudaram as palavras que dizem não mude as palavras !!! Esses erros são apimentados em toda a NIV. Agora eu sei que o inglês antigo causa problemas para prestar atenção. Então eu leio KJVA, se eu não obtiver algo, ou me parecer estranho, eu vou para a língua original em que foi escrito e escrutino a partir daí. Discuto como fazer isso facilmente mais tarde com vários sites de tradução interlinear.

 

 

De onde veio a KJV?

 

Vamos começar com o que Sir Arthur Quiller-Couch disse durante a Primeira Guerra Mundial, em uma série de palestras na Universidade de Cambridge. Ele declarou que a Bíblia King James foi "a maior" realização literária na língua inglesa.

O próprio rei Jaime foi abordado por um grupo de puritanos, pouco antes de assumir o trono, com uma petição assinada por 800 clérigos que pediam reforma dentro da Igreja da Inglaterra. Isso porque eles sentiram que o comentário calvinista ao longo dos lados da Bíblia de Genebra promovia resistência ao rei e ao Estado. Embora fazer uma nova tradução não tenha sido a agenda da audiência convocada em 1604, pelo Dr. John Reynolds, o presidente puritano do Corpus Cristi College, em Oxford. Ele apresentou um caso forte para um, afirmou o Rei James Stuart, ..

"Eu nunca pude ver uma Bíblia bem traduzida para o inglês; mas acho que de todas, a de Genebra, é a pior. Eu gostaria que alguns cuidados especiais fossem feitos para uma tradução uniforme, que deveria ser feita pelos homens mais eruditos de ambas as universidades, então revisadas pelos bispos, apresentadas ao Conselho Privado, finalmente ratificadas pela autoridade real, para serem lidas em toda a Igreja, e nenhuma outra ”.

 

 

O Processo de Tradução

 

Quando o rei Jaime anunciou a decisão de realizar uma nova tradução da Bíblia, ele nomeou para o projeto 54 dos melhores estudiosos bíblicos e linguistas de sua época. A tradução deveria ser um trabalho verdadeiramente colaborativo. Além disso, foram estabelecidas diretrizes detalhadas para o processo de tradução.

O grupo de acadêmicos e linguistas (eram 47 quando a tradução começou) foi dividido em seis comitês. Dois comitês trabalhariam em Oxford, dois em Cambridge e dois em Westminster, e cada comitê receberia livros da Bíblia para traduzir. Dez eruditos em Westminster foram designados de Gênesis a 2 Reis; sete tiveram romanos por meio de Jude. Em Cambridge, oito trabalharam em 1 Crônicas até os Cânticos de Salomão, enquanto sete outros lidaram com os Apócrifos. Oxford empregou sete para traduzir Isaías a Malaquias; oito ocuparam-se com os Evangelhos, Atos e Apocalipse.

No prefácio da edição de 1611, os tradutores da King James Version afirmam que não era seu propósito “fazer uma nova tradução, mas tornar melhor uma boa, ou de muitas boas um princípio bom”. Seu esforço de tradução foi baseado principalmente na edição de 1602 da Bíblia dos Bispos, mas os tradutores também usaram as Bíblias de Tyndale, Matthew, Coverdale, Great, Geneva e Douay. Os estudiosos eram proficientes em hebraico e grego e usaram o texto massorético da Poliglota Complutense (1514-1517) para o Antigo Testamento. Para o Novo Testamento, eles usaram o Textus Receptus publicado por Stephanus e Beza de 1550 em diante.

Os estudiosos apreciaram prontamente a beleza intrínseca da revelação divina. A razão pela qual a King James Version é tão rica na nobreza de sua linguagem é que os tradutores foram cuidadosos em fazê-la assim. Eles disciplinaram seus talentos para traduzir palavras inglesas bem escolhidas de seu tempo, bem como um arranjo de linguagem gracioso e freqüentemente musical. O texto deveria ser usado nos cultos da igreja e lido em voz alta, de modo que os tradutores liam suas versões em voz alta uns para os outros e o reescreviam repetidas vezes para obter a melhor ênfase da pontuação e o melhor ritmo na prosa.

No entanto, ele também ainda foi traduzido de outro idioma com uma estrutura completamente diferente. A tradução nunca pode ser perfeita por causa disso. O inglês antigo também pode ser muito difícil de acompanhar nos dias de hoje. É minha preferência, como uma pessoa que fala inglês americano, ler a nova versão do King James, e se alguma coisa parece estranha, eu começo a verificar e até mesmo vou para a tradução da Bíblia interlinear online quando necessário. Você pode olhar para o grego ou hebraico e identificar a palavra pela cor, encontrar outro versículo com a mesma palavra e comparar os dois.

Antes   Fenício, antes do Cuneiforme

O Proto Sinaítico

proto sinaitic.png

Como visto na seção "Tangible Evidence", os vídeos produzidos por Tim Mahoney abordam os detalhes por trás da escrita mais antiga conhecida, que remonta a MOSES! O que eles chamam de Proto Sinaitic, ou primeiro do Sinai. O filme Patterns of Evidence, "The Moses Controversy" é o vídeo que aborda esse tópico em detalhes. 

Basicamente, existe uma forma de escrita conhecida que antecede todas as primeiras formas de escrita conhecidas. É um grande negócio, mas abala os fundamentos daqueles que fizeram muitos comentários com suprema arrogância contra a credibilidade da Bíblia. O próximo vídeo mostra esse roteiro e como sabemos o que sabemos sobre o Proto-Siniático.

"Exploração E010 Serabit el Khadim parte 3 - Escrita proto-sinaítica"  31:08

Todo o resto

Depois do Cânon Bíblico, temos os Livros "Não Canônicos" conhecidos como:

Apócrifo, o Deuterocanônico ou Pseudepígrafa. Aqui está uma lista de alguns desses livros encontrados na Wikipedia:

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Old_Testament_pseudepigrapha

 

Esses livros, foram considerados, mas de acordo com os responsáveis, não atendiam às 6 regras do cânon.

Certamente não significa que é errado ler esses livros, mas, afinal, eles não devem ser considerados a Palavra de Deus.

O livro de Enoch é complicado e vem com sua própria conspiração, consulte "Evil in Power" para saber mais sobre isso. No que diz respeito a livros fora do 66 da Bíblia, eles devem ser considerados a palavra do homem, e se confiarmos na Palavra de Deus, como 2 Timóteo 3: 15-17 afirma, precisamos aderir ao instruções dadas por Sua Palavra, como sabemos que é.

2 Timóteo 3: 15-17

e que desde a infância conheces as Sagradas Escrituras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é inspirada por Deus e é proveitosa para doutrinar, reprovar, corrigir, instruir na justiça, para que o homem de Deus seja perfeito, totalmente equipado para todas as boas obras.

A Bíblia é verdadeira e precisa

 

"A Bíblia é verdadeira e precisa, parte 1 de 2 - Chuck Missler" 1:15:47

"A Bíblia é verdadeira e precisa, parte 2 de 2 - Chuck Missler" 1:11:01

Existem 2 vídeos de Chuck Missler que detalham a história da Bíblia explicando suas origens, suas datas e a divindade notável de seu conteúdo, muito além do que a maioria das pessoas conhece. Ambos os vídeos têm pouco mais de uma hora cada, mas garanto que você está prestes a aprender uma história incrível.

Os Manuscritos do Mar Morto.

Afirmação das Cavernas de Qumran

Mesmo depois de todos os trabalhos realizados cuidadosamente pelos escribas, do Rabino, pessoas como Flavious Josephus e King James, ou tendo as datas documentadas com o reinado de vários reis nomeados na época dos eventos, e tendo a evidência de Esses eventos, bem como a existência daqueles reis verificados puxando moedas do chão com seus nomes e datas nelas, Deus sabia que as pessoas ainda duvidariam da divindade e da exatidão da Bíblia ao longo do tempo. Mesmo com todos esses livros e todos os códices disponíveis para referência cruzada, ainda surgiriam questões ...

 

Já se passaram 2.000 anos, como podemos realmente ter certeza de que não mudou ao longo dos anos? A geração final seria inerentemente a mais duvidosa. Os Manuscritos do Mar Morto foram entregues ao mundo coincidentemente na mesma época em que Israel foi declarado uma nação. Em 1947-1956, mais de 900 "Pergaminhos do Mar Morto" foram encontrados em uma série de cavernas. Eles continham porções e textos completos de todos os livros da Bíblia, exceto Ester. Também incluiu os apócrifos e Enoque.

 

Exceto por algumas exceções, esses são os primeiros documentos conhecidos que temos agora. Eles foram comparados com o que temos em uso hoje e foram considerados inalterados. Até mesmo pelos céticos, esperando ansiosamente para liderar as manchetes com as descobertas das principais diferenças, refutando a Bíblia de uma vez por todas, levando à mudança nos fundamentos de nossa fé como a conhecemos. Infelizmente, esse título nunca foi impresso.

 

Visite a Biblioteca digital e explore os Manuscritos do Mar Morto:

http://www.deadseascrolls.org.il/explore-the-archive

"Jesus e os Manuscritos do Mar Morto_ Dr. Craig Evans" 26 : 55

Os Manuscritos do Mar Morto

"Padrões de Evidência"

"Os Manuscritos do Mar Morto - Padrões de Provas“ A Controvérsia de Moisés " 4:00

 

Quando os Manuscritos do Mar Morto foram encontrados, eles adiaram a primeira escritura conhecida da época, até 200B.C. Obviamente, esta é uma grande confirmação de que a Bíblia não mudou ao longo dos anos, mesmo depois de todo esse tempo.

O pergaminho prateado "Padrões de Evidência"

"O Amuleto de Manuscrito de Prata - Padrões de Provas“ A Controvérsia de Moisés " 1:15

Voltando ainda mais longe, 400 anos antes dos Pergaminhos do Mar Morto, está o "Pergaminho de Prata" que foi mantido em um amuleto. O amuleto era usado como um colar e o pergaminho era mantido dentro dele com uma inscrição gravada nele.

 

Este rolo remonta a 600 anos antes de Cristo e cita a bênção que Moisés deu ao sacerdote em Números 6: 24-26. Mesmo isso, é palavra por palavra que corresponde às traduções modernas das Bíblias de hoje.

 

Mais uma vez, gostaria de encorajá-lo a ir para:

https://patternsofevidence.com

e faça o download ou compre os DVDs de um documentário incrível sobre o Êxodo, Moisés, a Travessia do Mar Vermelho e muito mais.

History of the Writings
Continues With Part 2

Como obter VIDA ETERNA

de acordo com a bíblia

Acredite em seu coração que Jesus é o Senhor e que Deus o ressuscitou dos mortos.

Declare isso com sua boca e você será salvo.

 

Se você acredita que Jesus é o seu salvador, seja grato! E're W ir para casa para lugar onde 1 Coríntios 2: 9 acontece!

        Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.

 

Se você não tem certeza de que Jesus é seu salvador, ponha seu coração em frangalhos. Ninguém precisa saber que você disse isso, Deus sabe. Não custa nada, é muito fácil, a recompensa é a vida eterna, basta um momento para acreditar,

Jesus é quem ele disse que é.

Mesmo que nada tenha acontecido, você ainda está no mesmo lugar que estava antes. O risco versus recompensa aqui é uma decisão fácil.

 

João 3: 12-21

        Se eu lhe disse coisas terrenas e você não acredita, como você acreditará, se eu te falar das coisas celestiais? E ninguém subiu ao céu, mas aquele que desceu do céu, sim, o Filho do homem que está nos céus. E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim também deve o Filho do homem ser levantado: Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna . Pois Deus não enviou seu Filho ao mundo para condenar o mundo; mas para que o mundo por meio dele seja salvo. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porque não creu no nome do unigênito Filho de Deus. E esta é a condenação, que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque suas obras foram más. Pois todo aquele que faz o mal odeia a luz, nem vem para a luz, para que suas obras não sejam expostas. Mas aquele que pratica a verdade vem à luz, para que suas obras se manifestem, para que sejam realizadas em Deus.

 

Atos 11: 16-18

Então me lembrei do que o Senhor havia dito: 'João batizou com água, mas vocês serão batizados com o Espírito Santo. 'Então, se Deus deu a eles o mesmo presente que deu a nós que cremos no Senhor Jesus Cristo, quem sou eu para pensar que poderia ficar no caminho de Deus? ” Quando ouviram isso, eles não tiveram mais objeções e louvaram a Deus, dizendo: "Portanto, até mesmo aos gentios Deus concedeu arrependimento que leva à vida."

 

Atos 19: 1-5

Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo pegou a estrada pelo interior e chegou a Éfeso. Lá ele encontrou alguns discípulos e perguntou-lhes: "Você recebeu o Espírito Santo quando creu?"

Eles responderam: "Não, nós nem mesmo ouvimos que existe um Espírito Santo."

Então Paulo perguntou: "Então, que batismo você recebeu?"

“O batismo de João”, responderam eles.

Paulo disse: “O batismo de João foi um batismo de arrependimento. Ele disse ao povo para acreditar naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus ”. Ao ouvir isso, eles foram batizados em nome do Senhor Jesus.

 

Romanos 10: 9-10

Se você declarar com sua boca: “Jesus é o Senhor”, e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, você será salvo . Pois é com o seu coração que você crê e é justificado, e é com a sua boca que você professa sua fé e é salvo.

 

Efésios 2: 8-9

Pois pela graça vocês foram salvos por meio da fé , e isso não vem de vocês; é dom de Deus, não de obras, para que ninguém se glorie.

 

Efésios 1: 13-14

E você também foi incluído em Cristo quando ouviu a mensagem da verdade, o evangelho da sua salvação. Quando você creu, você foi marcado nele com um selo , o Espírito Santo prometido, que é um depósito garantindo nossa herança até a redenção daqueles que são propriedade de Deus - para louvor de sua glória.

 

Mateus 7:21

“Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.”

 

Qual é a vontade do Pai?

João 6: 39-40

“E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum de todos aqueles que ele me deu, mas os ressuscite no último dia. Pois a vontade de meu Pai é que todo aquele que olha para o Filho e nele crê tenha a vida eterna, e eu os ressuscitarei no último dia ”.

 

 

Se você quer misericórdia, mostre misericórdia.

Espalhe a palavra

"Carta de amor de Deus para você" 9:58